DETALHES

Ago 18 2021
18:30H - 19:00H
Online
Descrição

“CARAS DO FRANCO – Entrevistas com David Bamo” é uma série de conversas com diversos actores culturais sobre as suas memórias e vivências à volta do Centro Cultural Franco-Moçambicano. O espaço procura recordar momentos marcantes e compreender a relevância do CCFM em todo ecossistema das artes da cidade de Maputo e do país no seu todo. Passam pelo CARAS DO FRANCO artistas, activistas e sobretudo guardiões da diversidade e criatividade que também ajudaram a consolidar a visão e os ideais do Franco. Bem-vindos!

David Bamo é jornalista cultural e apresentador de televisão. Actualmente edita e apresenta programas culturais na Televisão de Moçambique e na RTP África; é co-apresentador do Músicas de África, autor e editor da série Fora de Cena.
Coordena o Seminário de Jornalismo Cultural, uma plataforma que tem estado a redefinir o espaço/presença dos conteúdos de arte na comunicação social em Moçambique; com debates, programas de estágios internacionais e workshops. Como empreendedor, fundou a agência de comunicação SóArte Media.
Em 2020 foi vencedor do Prémio África Ideias atribuído pela RTP África.

 Paulo Borges

Paulo Alexandre Moura Borges, nascido na cidade de Leiria (Portugal), aos 3 anos de idade vai viver para Macau, onde reside durante 15 anos. Depois, volta à cidade do Porto (Portugal) para concluir a sua formação em gestão hoteleira e, 5 anos depois, vai para Moçambique onde assume as funções de sócio-gerente do Gil Vicente Café Bar. Aqui começa a sua carreira na área das artes e espectáculos onde tem a oportunidade de trabalhar com músicos conceituados, bem como uma nova geração de artistas emergentes.

Esta relação com as artes já leva mais de 15 anos, em que teve a oportunidade de operar nas áreas de produção de espectáculos, representação de artistas e por fim Engenharia de som. Sendo que a Engenharia de som se tornou a sua principal função até aos dias de hoje, trabalhando directamente com vários artistas, bandas e festivais. 

VOLTAR PARA A AGENDA