DETALHES

Set 22 2021
18:30H - 19:00H
Online
Descrição

“CARAS DO FRANCO – Entrevistas com David Bamo” é uma série de conversas com diversos actores culturais sobre as suas memórias e vivências à volta do Centro Cultural Franco-Moçambicano. O espaço procura recordar momentos marcantes e compreender a relevância do CCFM em todo ecossistema das artes da cidade de Maputo e do país no seu todo. Passam pelo CARAS DO FRANCO artistas, activistas e sobretudo guardiões da diversidade e criatividade que também ajudaram a consolidar a visão e os ideais do Franco. Bem-vindos!

David Bamo é jornalista cultural e apresentador de televisão. Actualmente edita e apresenta programas culturais na Televisão de Moçambique e na RTP África; é co-apresentador do Músicas de África, autor e editor da série Fora de Cena.
Coordena o Seminário de Jornalismo Cultural, uma plataforma que tem estado a redefinir o espaço/presença dos conteúdos de arte na comunicação social em Moçambique; com debates, programas de estágios internacionais e workshops. Como empreendedor, fundou a agência de comunicação SóArte Media.
Em 2020 foi vencedor do Prémio África Ideias atribuído pela RTP África.

Paulo Chibanga é um jovem empresário director geral da Khuzula Investments, uma empresa focada em eventos, comunicação, edição de livros e soluções de distribuição digital. Alguns dos destaques incluem, mas não se limitam, à realização do Azgo – festival anual internacional de artes, que acontece há mais de 10 anos, à Modigi – Moçambique Digital, que distribui conteúdos para mais de 300 artistas moçambicanos em todas as principais plataformas digitais, e à Telkos, através da edição de livros, destacando, entre outros “Fany Mpfumo Songbook”, o primeiro livro de partituras produzido e publicado em Moçambique.
É também um dos fundadores da plataforma OTHAMA, vice-presidente da ADEPPE – Associação dos promotores de eventos, e membro do conselho de direcção da AIMO – Associação Industrial de Moçambique.
Paulo é ainda músico, produtor musical e membro fundador das bandas 340ml, que assinou o seu primeiro álbum pela icónica discográfica Sony Music em 1999, e Tumi and the Volume, com quem teve a oportunidade de participar de diversas digressões mundiais, partilhado palcos com artistas de renome internacional. Enquanto produtor musical, para além de co-produzir os álbuns das suas bandas, destaca a produção dos álbuns Kwiri, primeiro álbum a solo de Roberto Chitsondzo, e o Umlilo o primeiro álbum do sul-africano Bongeziwe Mabandla.
Paulo Chibanga acredita que não há nada no mundo que não se possa aprender e que não devemos ter medo de mudanças ou desafios; confiar no processo é uma obrigação e as quedas tornam as pessoas ainda mais fortes.

VOLTAR PARA A AGENDA