DETALHES

Mai 12 2021
18:30H - 19:00H
Online
Ficha Técnica
Descrição

“CARAS DO FRANCO – Entrevistas com David Bamo” é uma série de conversas com diversos actores culturais sobre as suas memórias e vivências à volta do Centro Cultural Franco-Moçambicano. O espaço procura recordar momentos marcantes e compreender a relevância do CCFM em todo ecossistema das artes da cidade de Maputo e do país no seu todo. Passam pelo CARAS DO FRANCO artistas, activistas e sobretudo guardiões da diversidade e criatividade que também ajudaram a consolidar a visão e os ideais do Franco. Bem-vindos!

David Bamo é jornalista cultural e apresentador de televisão. Actualmente edita e apresenta programas culturais na Televisão de Moçambique e na RTP África; é co-apresentador do Músicas de África, autor e editor da série Fora de Cena.
Coordena o Seminário de Jornalismo Cultural, uma plataforma que tem estado a redefinir o espaço/presença dos conteúdos de arte na comunicação social em Moçambique; com debates, programas de estágios internacionais e workshops. Como empreendedor, fundou a agência de comunicação SóArte Media.
Em 2020 foi vencedor do Prémio África Ideias atribuído pela RTP África.

Edna Jaime (1984) é uma performer, natural de Maputo. Formou-se em dança tradicional e canto na Casa da Cultura de Maputo, teve o seu primeiro contacto com a dança contemporânea em 2001, numa oficina dirigida pela coreógrafa brasileira Lia Rodrigues, convidada pela CulturArte e, a partir daí, deu continuidade à sua formação num estágio de 6 meses em Desenvolvimento Coreográfico. Criou a sua primeira obra “Niketche” em 2005, um trio feminino apresentado na 6ª edição do Danse L’Afrique Danse. De entre várias participações dentro e fora de país, destaca o projecto de colaboração artística entre Moçambique, África do Sul e Madagáscar “Lady, Lady” juntamente com Désire Davids e Gaby Saranouffi. Com “O Bom Combate”, em 2016, venceu o 1º prémio do Concurso de Dança Contemporânea da Delegação da União Europeia em Moçambique. Em 2020, no âmbito da programação #FrancoEmCasa do Centro Cultural Franco-Moçambicano, estreou “Um Segundo”, a sua primeira performance em formato online, partilhando a direcção artística com o videógrafo Ivan Barros.

 

VOLTAR PARA A AGENDA