Música
Brief info

#ce7730

Nasceu em 1958, no distrito de Magude, província de Maputo, no sul de Moçambique, e cresceu no internato da missão de S. José de Lhanguene. Aos 9 anos torna-se solista de coro, ao mesmo tempo que se inicia na aprendizagem do trompete e solfejo durante 12 anos. Entre 1979 e 1992, fez parte de grupos que compunham música com base em ritmos tradicionais moçambicanos tais como: Grupo Instrumental n°1 de música ligeira, RM (grupo da Rádio Moçambique) e Orquestra Marrabenta Star de Moçambique.
Em 1990, ganha o Prémio Descobertas da RFI – Radio France Internacional. Considera Manu Dibango o mentor que lhe aconselhou a concluir os seus estudos e a voltar para Moçambique para pesquisar e incentivar outros músicos a trabalhar e a fazer progredir a música moçambicana a partir dos ritmos tradicionais do seu país. Em 1991, grava o seu primeiro disco e o segundo, intitulado “Memórias”, apresentado 23 anos depois, em 2014. Chico tem trabalhado em laboratórios experimentais de fusão de instrumentos e ritmos tradicionais com outros modernos, incentivando os profissionais e a nova geração a trabalhar nessa direcção. Participou em diversos projectos internacionais, destacando as colaborações com o sul-africano Madala Kunene, a banda da Ilha da Reunião Grèn Sémé ou o franco-tunisino Smadj.

© imagem: Werner Puntigam